Painéis de Comunicações


5A. FEIRA/ 16 SET.    -    Local: liceu literário português

Sala A
Sala B
Sala C
Sala D
Sala E

10:00h

(4) PONTES CULTURAIS NO SÉC. XVII
(4) VIAGENS DE LIVROS E IDÉIAS
(4) DISCURSOS CONTEMPORÂ-NEOS AO LEME
(4) TRAVESSIAS ATLÂNTICAS: SOPHIA, SENA E OUTROS INTER-LOCUTORES
(4) PONTES LITERÁRIAS OITOCENTISTAS

ALMOÇO
ALMOÇO
ALMOÇO
ALMOÇO
ALMOÇO

14:00h

(4) MARCOS DO PATRIMÔNIO URBANO E ARQUEOLÓGICO
(3) A CIÊNCIA E SUAS BÚSSOLAS
(3) ONDAS SONORAS: MÚSICA E TRADIÇÃO
(3) TRAVESSIAS CRÍTICAS: CA-MÕES, PESSOA, DRUMMOND
(4) SINGRANDO
O IMAGINÁRIO ATLÂNTICO

INTERVALO
INTERVALO

16:00h

 
(3) A IGREJA QUE VIAJA: NÓBREGA, ANCHIETA, O PADROADO RÉGIO
(3) A MULHER D'AQUÉM E D'ALÉM MAR


6A. FEIRA/ 17 SET.    -    Local: liceu literário português

Sala A
Sala B
Sala C
Sala D
Sala E

10:00h

(4) NO OCEANO DA IMPRENSA
(4) NAVEGAÇÕES TEATRAIS
(4) ROTAS DAS RELAÇÕES LUSO-BRASILEIRAS
(4) LIVROS QUE CRUZAM O ATLÂNTICO
(4) ONDULAÇÕES DE VERSO, MÉ-TRICA, RETÓRICA

ALMOÇO
ALMOÇO
ALMOÇO
ALMOÇO

14:00h

 
(3) DO ATLÂNTI- CO ÀS MINAS GERAIS (SÉCS. XVIII/XIX)
(3) HERCULANO E CAMILO: NAVEGAR NO PAPEL
(3) PERFIS INTER-ATLÂNTICOS

INTERVALO
INTERVALO
INTERVALO

16:00h

(3) MAPEANDO REVISTAS
(3) TEXTOS COMO PONTES: EÇA, MACHADO E LIMA BARRETO
(3) O LASTRO DAS INSTITUIÇÕES

 

5ª FEIRA, dia 16 de Setembro

 
10:00h

 (Sala A): PONTES CULTURAIS NO SÉC. XVII

            Coord: Berty Biron
 
·    Maria do Socorro Fernandes de Carvalho e Wagner José Maurício Costa (UFRJ) - Música do Brasil
·    Ana Cláudia dos Santos Silva (UFPI) -Gregório de Matos e a herança retórico-poética lusitana
·    Maria Regina Barcelos Bettiol (UFRGS) -O Grande estadista do Atlântico: o mediador cultural Antônio Vieira
·    Thereza da Conceição Aparecida Domingues (Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora) -O dialogismo essencial de Vieira
 
 

(Sala B): VIAGENS DE LIVROS E IDÉIAS

            Coord: Sheila Moura Hue

 
·    Emilly Joyce Oliveira Lopes Silva (UFMG) -Proibir e divulgar: o controle sobre a circulação de idéias em Portugal e seus domínios (1750-1777)
·    Priscilla Alves Peixoto (PUC-Rio) -A formação da Biblioteca da Imperial Academia de Belas Artes do Rio de Janeiro - Os livros da Reforma de 1854
·    Diógenes Buenos Aires de Carvalho (UEMA) – As adaptações literárias e a cultura européia: um cânone em formação para leitores infanto-juvenis
·    Valéria Augusti (UFPA) -Livros em trânsito: de Lisboa à Província do Pará
 
 

(Sala C): DISCURSOS CONTEMPORÂNEOS AO LEME

            Coord: Madalena Vaz Pinto

·    Alilderson Cardoso de Jesus (UFRJ) -Cruzando olhares: o mar que escorre da tinta e da memória poética de Luis Miguel Nava
·    Paola Poma (USP) -O imaginário do espaço atlântico
·    Rodrigo da Costa Araújo (UFF) – O mar proliferante e transgressor na poesia de Al Berto
·    Juliana de Campos Florentino (USP) – Intertextualidade discursiva em Jerusalém, de Gonçalo M. Tavares
 
 

(Sala D): TRAVESSIAS ATLÂNTICAS: SOPHIA, SENA E OUTROS INTERLOCUTORES

            Coord: Ida Ferreira Alves

 
·    Alexandre Oliveira de Souza (USP) -Sophia de Mello Breyner Andresen - O des-cobrimento (aletheia - physis)
·    Alexandre Bonafim Felizardo (USP) - O mar de Sophia: aspectos míticos do Atlântico na poesia de Sophia de Mello Breyner Anderesen
·    Flavia Tebaldi Henriques de Queiroz (UFF) -O Atlântico como ponte: a representação do mar nas obras de Jorge de Sena e Sophia de Mello Breyner Andresen.
·    Fernando Miranda (Erasmus Mundus – Universität Tübingen) -Três travessias atlânticas: Hilde Domin, Giuseppe Ungaretti e Jorge de Sena
 
 

(Sala E): PONTES LITERÁRIAS OITOCENTISTAS

            Coord: Sérgio Nazar David

 
·    Carlos Eduardo Soares da Cruz (UFF) -O Atlântico como renovação estética: o romance “contemporâneo” de Mendes Leal
·    Ana Luísa Patrício Campos de Oliveira (USP) - Camilo e Balzac: escritores entre dois mundos
·    Luciene Marie Pavanelo (USP) - Deslocamentos atlânticos segundo Camilo e Macedo: um mundo além do espaço nacional
·    Germana Maria Araújo Sales (UFPA) -O romance como ponte: o espaço lusófono no Brasil oitocentista
 
 

14:00h

 (Sala A): MARCOS DO PATRIMÔNIO URBANO E ARQUEOLÓGICO

            Coord: Angela Telles

 
·    Helio de Araujo Evangelista (UFF) - O Atlântico: uma ponte que gera uma cidade. Rio de Janeiro, uma cidade portuguesa! 
·    Sávio Tadeu Guimarães (IPPUR/UFRJ) - O Patrimônio no Espaço Lusófono: Algumas Experiências de Trabalho Contemporâneas.
·    Beatriz Brito de F. Bandeira (UFRJ – Museu Nacional) - Estudo das Faianças Portuguesas Recuperadas nas Escavações no Paço Imperial - Praça XV de Novembro, Rio de Janeiro
·    Maria das Graças Ferreira (UFRJ - Proarq/FAU) - Relações comercias e trocas culturais na azulejaria
 
 

(Sala B): A CIÊNCIA E SUAS BÚSSOLAS

            Coord: Maria do Socorro Fernandes de Carvalho

 
·    Taíse Tatiana Quadros da Silva (UFRJ) - Do reformismo ilustrado português à operação historiográfica oitocentista: uma arqueologia do método empregado por Francisco Adolfo de Varnhagen e por Alexandre Carvalho e Araújo.
·    Maria Renilda Nery Barreto (CEFET-RJ) - Entre Brasil e Portugal: a trajetória de Manuel Joaquim Henriques de Paiva e a divulgação da ciência médica
·    Sílvia Maria Azevedo (UNESP) -A modernidade atravessa o Atlântico: imagens do progresso científico em duas revistas brasileiras do século XIX: Ilustração Brasileira (1876-1878) e Ilustração do Brasil (1876-1880)
 
 

(Sala C): ONDAS SONORAS: MÚSICA E TRADIÇÃO

            Coord: Maria Aparecida R. Mota
 
·    Adeilton Bairral (Conservatório Brasileiro de Música) - A influência do pensamento francês na teoria da música luso-brasileira nos séculos XVIII e XIX
·    Affonso Maria Furtado da Silva(Conselho Estadual de Cultura/Rio de Janeiro) - Raízes portuguesas das Folias de Reis
·    Aline Duque Erthal (UFF) –Chico Buarque e Zeca Afonso: a inquietação comum do lirismo.
 
 

(Sala D): TRAVESSIAS CRÍTICAS: CAMÕES, PESSOA, DRUMMOND

            Coord: Ida Ferreira Alves
 
·    Maria de Lourdes Abreu de Oliveira (Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora) -Oceano Atlântico: limite e trânsito entre os poetas Fernando Pessoa e Carlos Drummond de Andrade
·    Adriano Eysen Rego (UNEB / PUC – Minas) -A “máquina do Mundo” em Camões e Drummond: travessias entre o epifânico e o cético
·    Gabriel Dória Rachwal (UFPR) - O crítico: um indivíduo diante de uma vida a significar
 
 

(Sala E): SINGRANDO O IMAGINÁRIO ATLÂNTICO

            Coord: Luiz Felipe Baêta Neves Flores
 
·    Silvina Martins Pereira (Univ. de Lisboa) – Náufragos, navegadores e actores
·    Renato Martins e Silva (UFRJ) - A construção de uma ponte (trans)atlântica: O Mar Tenebroso através de recortes literários.
·    Carlos Roberto Torres Filho (UERJ) - O Imaginário Europeu e sua Busca por Mirabilia: os Antípodas somos nós!
·    Meynardo Rocha de Carvalho (Fac. Filosofia, Ciências e Letras/ Macaé) - Portugal e o imaginário da Santa Cruz nas intermediações atlânticas - séc. XVI
 
 

16:00h

(Sala B): A IGREJA QUE VIAJA: NÓBREGA, ANCHIETA, O PADROADO RÉGIO

            Coord: Berty Biron
 
·    Cássio Roberto Borges da Silva (DELL/UESB) - Diálogos da Sujeição: Sepúlveda e Nóbrega
·    Flavio Felicio Botton (UniABC) -José de Anchieta: a teoria dos gêneros e a expansão do catolicismo ibérico no Brasil
·    Marcella de Sá Brandão (UFV) - O padroado régio como herança portuguesa e a "crítica ultramontana" no Brasil Independente.
 
 

(Sala C): A MULHER D'AQUÉM E D'ALÉM MAR

         Coord: Luciana Salles
 
·    Marcio Jean Fialho de Sousa (USP/ UNINOVE) - Práticas e influências da educação feminina nas relações Brasil-Portugal no séc. XIX
·    Algemira de Macedo Mendes (UFPI) - As escritoras nas histórias da Literatura brasileira nos século XIX e XX: Travessias imaginárias
·    Bianca Santos Coutinho dos Reis(UERJ) – “Eu e as leitoras fluminenses” – Maria Amália Vaz de Carvalho e sua travessia para “fallar às leitoras de aquém do atlantico”.
 
 

(Sala D): A PINTURA EM PERSPECTIVA ATLÂNTICA

            Coord: Gilda Santos
 
·    Mateus Alves Silva (UFMG) - Trânsito de pintores e circulação de modelos pictóricos na América Portuguesa
·    Maria Cláudia Almeida Orlando Magnani (UFMG) - As Pinturas dos Tetos das Igrejas Coloniais no Arraial do Tijuco: 1731 a 1818
·    Breno Marques Ribeiro de Faria (UNICAMP) - A retratística portuguesa do século XVIII através do Atlântico

 

6ª FEIRA, dia 17 de Setembro

 10:00H

(Sala A): NO OCEANO DA IMPRENSA
            Coord: Lúcia Bastos
 
·    Luís Francisco Munaro (UFF) -Um Portugal sem o Brasil: o caso dos jornalistas portugueses em Londres (1808-1822).
·    Bruno Guimarães Martins (UFMG / PUC-Rio) - Gazeta dos Tribunaes, Lisboa (1841); Gazeta dos Tribunaes, Rio de Janeiro (1843): em busca do caráter na imprensa portuguesa e brasileira
·    Socorro de Fátima Pacífico Barbosa (UFPB/CNPq) -A prática da escrita epistolar nos periódicos portugueses e brasileiros do início do século XIX.
·    Fernanda Suely Muller (USP) -Refletindo a “vitrine” atlântica: a repercussão da Exposição Nacional do Rio de Janeiro (1908) na imprensa luso-brasileira
 
 
(Sala B): NAVEGAÇÕES TEATRAIS
            Coord: Luciana Salles
 
·    Flavia Maria Ferraz Sampaio Corradin (USP) - Um auto de fé no Homem
·    Francisco Maciel Silveira (USP) - O legado de um príncipe quase perfeito
·    Yuri Brunello (Università La Sapienza – Roma) - Da América Latina até a Europa, das periferias até o centro: a arte de João Caetano como estética de independência política e de uma hegemonia cultural revirada
·    Fernanda Verdasca Botton (UniABC) - Aleijões sociais: servidão e melodrama.
 
 
(Sala C): ROTAS DAS RELAÇÕES LUSO-BRASILEIRAS
            Coord: Luis Maffei
 
·   Gisella de Amorim Serrano (UFMG) -O Atlântico como "pátria flutuante"? Impressos e cultura política luso-brasileira
·   Thais Pimentel Cabral (UNL) -Brasil e Portugal, e a Retórica Luso-Tropical na Construção de uma Comunidade Lusófona.
·   Giselle Martins Venâncio (UFF) -Uma festa luso-brasileira: as estratégias de intercâmbio intelectual entre Portugal e Brasil no tricentenário da morte Camões
·   Thiago CarvalhoA dimensão multilateral das relações luso-brasileiras
 
 
(Sala D): LIVROS QUE CRUZAM O ATLÂNTICO
            Coord: Sheila Moura Hue
 
·    Maria Luiza Zanatta de Souza (FAU-USP) - Francisco de Holanda: Da fábrica que falece à cidade de Lisboa (1571) - uma ponte entre Lisboa e Rio de Janeiro?
·    Fabiana Sena (UFPB) – Das regras de sociabilidade nas cortes renascentistas européias à civilidade no Brasil novicentista
·    Ana Carolina Galante Delmas (UERJ) -Homenagens atravessando o Atlântico: dedicatórias da Impressão Régia de Lisboa e da Impressão Régia do Rio de Janeiro
·    Alexandre Bellini Tasca (UFMG) -A circulação livreira em Pernambuco e a construção moral (1813-1821): as Fábulas, de Fedro e As Aventuras de Telêmaco, de Fénelon
 
 
(Sala E): ONDULAÇÕES DE VERSO, MÉTRICA, RETÓRICA
         Coord: Maria do Socorro Fernandes de Carvalho
 
·    Francine Fernandes Weiss Ricieri (UFPR) - O Tratado de Metrificação Portuguesa, de Castilho, e a poesia luso-brasileira
·    Bruna Gois Pavão (UFRJ) - Estudo da gravidade do verso em Língua Portuguesa: o hendecassílabo e o decassílabo
·    Thissiane Fioreto (UFGD) -Veículos de erudição: entre São Paulo, Litoral e Lisboa (I Prosa)
·   Carlos Eduardo Mendes de Moraes(UNES) -Veículos de erudição: entre São Paulo, Litoral e Lisboa (II Versos)
 
 

14:00h 

(Sala B): DO ATLÂNTICO ÀS MINAS GERAIS (sécs.. XVIII/XIX)
            Coord: Lúcia Paschoal Guimarães
 
·    Maria Gabriela Souza de Oliveira (Univ. Federal de Viçosa) -A atuação do Estado e a prática da Justiça nas Minas Setecentistas
·    Débora Cazelato de Souza (UFOP) -Atravessando o Atlântico: A administração e justiça dos juízes de fora em Minas Gerais
·    Ana Alvarenga de Souza (UFOP) -Os significados das alforrias e a reprodução da sociedade escravista: Minas Gerais, século XIX
 
 
(Sala C): HERCULANO E CAMILO: NAVEGAR NO PAPEL
            Coord: Luis Maffei
 
·    Ana Cristina Comandulli da Cunha (UNIRIO/UFF/PPRLB) - Discurso não encomendado: A crítica de Alexandre Herculano aos Primeiros Cantos de Gonçalves Dias
·    Moizeis Sobreira de Sousa (USP) -As representações transatlânticas do homem camiliano
·    Elisabeth Fernandes Martini (UERJ) -De mar a mar: uma leitura d'Aquela casa triste, de Camilo Castelo Branco
 
 
(Sala D): PERFIS INTERATLÂNTICOS
            Coord: Lúcia Bastos
 
·   Renato de Souza Alves (UFV) -A carreira se faz pelo império: D. Vasco Mascarenhas, Alexandre de Sousa Freire e Afonso Furtado de Mendonça – carreira política e trajetória social dos governadores gerais do Estado
·   Mário Luis Carneiro Pinto de Magalhães (PROURB-UFRJ) -José Bonifácio - Interatlântico, um Brasil e sua Brasília
·   Fabiano Cataldo de Azevedo (UniRio) -Conde de Azevedo: um bibliófilo português no acervo do Real Gabinete Português de Leitura
·   Roni Cleber Dias de Menezes (USP) – O ensino da leitura e o debate decadência/atraso das sociedades portuguesa e brasileira: letrados e a difusão do “método de ensino João de Deus” nos territórios de Língua Portuguesa.
 
 
(Sala E): CARTOGRAFIAS DA EPISTOLOGRAFIA
            Coord: Gilda Santos
 
·    Silvana Maria Pessoa de Oliveira (UFMG) -Redes atlânticas
·    Dulcirley de Jesus (UFMG) - Um complemento à correspondência de Manoel Rodrigues Lapa a Eduardo Frieiro: as cartas de Inês Lapa a Noêmia Frieiro
·    Carolina Izabela Dutra de Miranda (UFMG) -A correspondência de Ferreira de Castro a Eduardo Frieiro
·    Cristina Alves de Brito (Secr. Est. Educ-RJ) – 3º Centenário de Camões: correspondência no acervo do Real Gabinete.
 
 

16:00H

 
(Sala A): MAPEANDO REVISTAS
            Coord: Lúcia Guimarães
 
·    Virginia Célia Camilotti (UNIMEP/ UNICAMP) - A Revista Atlantida e a latinidade: vínculos identitários referidos a um tronco linguístico comum
·    Élio Cantalicio Serpa (UFG) -Revista Brasília: resenhando o Brasil
·    Ana Cristina Coutinho Viegas (Colégio Pedro II) -Senhor - trocas culturais em revista
 
 
(Sala B): TEXTOS COMO PONTES: EÇA, MACHADO, LIMA BARRETO
            Coord: Sérgio Nazar David
 
·    Rosana Apolonia Harmuch (UEPG) - Fradique Mendes e Brás Cubas: subjetividades e identidades em construção
·    Giuliano Lellis Ito Santos (USP) -Três Antonios: a recepção de Eça de Queirós na década de quarenta
·    Ivete Silva de Oliveira - Relações Sociais no Espaço Atlântico: Representações Limabarretianas da Resistência Antirracismo na Sociedade Brasileira Pós-Emancipação.
 
 
(Sala C): O LASTRO DAS INSTITUIÇÕES
         Coord: Luiz Felipe Baêta Neves Flores
 
·    Rubenita Vieira Clemente (UNISUAM) -Atividades comerciais no Rio de Janeiro a partir do Registro dos Comerciantes da Corte (1851-1889)
·    Eder da Silva Ribeiro (SEEDUC) - O Conselho de Estado de D. Pedro I e a herança político-institucional portuguesa
·    Wellington Júnio Guimarães da Costa (UFOP) - Por uma leitura a contrapelo do Antigo Regime: um novo olhar sobre a expansão imperial portuguesa através da apropriação do pensamento de Hannah Arendt .